iRig: Uma Poderosa Ferramenta para Timbrar sua Guitarra

Compartilhe a Música

Timbrar e criar efeitos para nossos instrumentos muitas vezes é uma tarefa árdua e que gera algumas dificuldades, principalmente no início de nossa caminhada como músicos. Atualmente, existem inúmeras ferramentas disponíveis para essa missão, porém, às vezes ficamos perdidos e confusos no meio de tanta informação e possibilidades.
Nesse post falaremos de uma ferramenta em especial que é muito útil, principalmente para guitarristas. Ela também serve para baixistas e vocalistas, contudo, como nossa experiência com essa ferramenta foi na guitarra, as dicas e análises que faremos aqui são baseadas apenas nesse instrumento. Claro que a idéia geral pode ser pensada para outros, mas sempre teste antes de comprar qualquer coisa.
Existem vários pedais e pedaleiras (multiefeitos) para guitarra disponíveis no mercado. Além disso, existem os plug-ins para computadores, celulares e tablets, muito utilizados em gravações.
A ferramenta a qual vou me referir hoje é o iRig. Ele é um pouco de tudo. Dependendo do formato que você o adquira, ele pode ser tanto utilizado em gravações quanto em shows ao vivo. E o melhor de tudo é a praticidade e portabilidade que ele oferece.

Conheça o iRig

Pra quem nunca ouviu falar, o iRig funciona como uma interface de áudio que conecta o seu instrumento à um dispositivo (celular, tablet ou PC). Após realizar, a conexão você utiliza um aplicativo (Amplitube) para simular amplificadores, efeitos, criar loops, criar bases de bateria, gravar, enfim… as possibilidades são inúmeras. Além de tudo isso ele é muito portátil, é menor que um celular!

Se você já tem alguma experiência ou contato com programas de edição de áudio, provavelmente já ouvir falar no Amplitube. Se não ouviu falar, não tem problema, irá conhecer agora.

Amplitube: Timbres da mais alta qualidade

Ele é um plugin de qualidade ABSURDA! As simulações de amplificadores são bem fiéis a realidade. Alguns exemplos de marcas e modelos de amps que ele oferece são: Fender Twin, Fender Bassman, Fender Pro Júnior, Mesa Boogia Rectifier, Mesa Boogie Mark, Orange Tiny Terror, Marshall JCM e muito mais. Dessas marcas que citei existem muito mais modelos e também existem ainda outras marcas que eles simulam, além de alguns modelos próprios do Amplitube que são ótimos! Além disse existem linhas de amplificadores e efeitos inspirados em grandes nomes da guitarra como Slash e Jimi Hendrix.
Junto aos Amps temos os pedais de efeito. Na versão para tablet você pode colocar 4 efeitos (stompbox) mais 2 post FX ao mesmo tempo! Os tipos de efeitos que tem são basicamente todos os possíveis e mais utilizados: Overdrives, distorções, chorus, reverb, delay, octave, tremolo, envelope filer, wah, pitch shifter, compressor e por aí vai. São inúmeros modelos e marcas de cada tipo de efeito e você pode controlar os parâmetros de cada pedal.
Outras funções muito legais presentes no app  são as de possibilitar a escolha de diferentes tipos de microfone utilizado na captação do amplificador (condenser ou dynamic), posicionamento dos microfones  no ampplificador (mais ao centro, mais para os lados, mais aos cantos…) e a combinação de cabeçote e alto-falantes. Por exemplo, você pode escolher um cabeçote Mesa Boogie com uma caixa de saída da Marshall. E aí, será que fica bom?! Depende do que você quer atingir. A questão aqui é que você pode testar um monte de coisas!
O Amplitube não é apenas uma ferramenta para timbrar, mas também um mini estúdio de gravação. Você pode adquirir um estúdio com até 8 tracks, podendo fazer gravações de altíssima qualidade e nível profissional da sua própria casa, além da possibilidade criar bases para estudo e treinos, por exemplo.
Levadas de bateria também estão disponíveis, caso você queira, ou sinta a necessidade de incorporá-las às suas gravações.

Tudo na vida tem um preço!

Até agora parece que é tudo às mil maravilhas e ele é o melhor programa do universo, né?!
Vou te falar que é realmente uma das melhores opções disponíveis para nós, guitarristas para criar e explorar o universo da timbragem. Mas como muita coisa nessa vida, isso não é de graça!
O objetivo desse post é mostrar para você UMA POSSIBILIDADE de interessante de criar timbres para sua guitarra. Se vai valer a pena o investimento, ou não, cabe a você avaliar. Mas para te ajudar na decisão, vamos abordar agora os custos desse investimento e alguns cenários em que acreditamos que valha a pena e outros que acreditamos que pode não ser tão útil assim.
A Ik Multimedia é a empresa criadora do iRig e dona do Amplitube. O iRig existe em diferentes formatos e preços – cada formato vem com diferentes funcionalidades que servirão a diferentes propósitos. Vamos falar basicamente aqui de dois tipos: O iRig (“normal”) e o iRig Bluebord. Se você entrar no site dos caras vai ver que existe uma penca de versões. Mas vamos tratar aqui desses dois que são os que temos experiência.
O iRig “normal” possui uma entrada para instrumento, saídas para fone de ouvido e amplificador, e o conector responsável por ligar o iRig ao dispositivo (calular, tablet ou PC). Ele já possui a versão HD, mas também temos a versão 1 e 2.
IK Multimedia's iRig HD 2
Observação importante: O iRig foi feito para ser utilizado com dispositivos Apple! Ele não funciona em Android. Caso você queira trabalhar com dispositivo Android deve adquirir o iRig UA!

Eu que aqui vos falo (Gabriel Miguez), tenho o iRig 2, ganhei de presente de um aluno meu de guitarra. Confesso que foi um dos melhores presentes que já ganhei. O iRig 2 está saindo aqui no Brasil na faixa de R$300,00.

Além disso, vou partir do pressuposto que você não tem um celular ou tablet bom e que vai ter que comprar também. No meu caso, como era o iRig “normal”, que só funciona com Apple, resolvi comprar logo um Ipad mini 4, para utilizar basicamente para isso. Aconselho muito a utilizar o iRig (seja o normal ou o UA) com tablet ou Ipad, pois a tela maior ajuda demais na hora de editar os áudios e mexer nos efeitos. Então, um Ipad bom está na faixa de uns R$2000,00.
Pra finalizar, o amplitube não vem com todas as ferramentas disponíveis, você tem que comprá-las dentro do app. Na verdade ele vem com apenas alguns poucos amplificadores e efeitos, só pra dar um gostinho. Vou colocar aqui o preço do pacote que eles vendem do aplicativo todo liberado, com todos os amps, efeitos, estúdio e funções disponíveis. Normalmente esse pacote fica em torno de R$400,00. De vez em quando rola uma promoção que ele vai para mais ou menos R$250,00. Aconselho também, caso você tenha saúde financeira para isso, a comprar logo o App todo, Se for comprando de efeito em efeito sai muito, mas muito mais caro! Você pode também ir comprando pacotes com vários efeitos e vários amps, pode ser uma boa.
OBS.: Dependendo de qual versão do iRig você comprar, ela pode vir com vários efeitos ou até mesmo o Amplitube inteiro liberado, sem custo nenhum. Isso varia de acordo com o modelo.
Mas caramba! Então quer dizer que tenho que desembolsar uma bagatela de R$2700,00 reais para poder usar o iRig + o aplicativo completo no meu tablet?! Sim! Mas calma, vai no Google e dá uma olhada em quanto tá um amplificador da fender…O mais barato. Ou então da Orange. Você vai ver que só um desses amps já custa muito mais que isso! E também você gasta essa grana, mas tem efeitos e infinitos amps para a VIDA INTEIRA! Eles ficam registrados no seu iCloud!
Considere também que eu botei aqui na conta que você não tem um celular ou tablet e que botei um ipad da Apple. Se você já tiver um celular legal ou tablet, já pode tirar esse valor da conta.

Mas será que vale a pena?!

Analisando alguns possíveis cenários vamos ver aqui se vele a pena utilizar o iRig.
Para apresentações ao vivo o iRig “normal” não é tão indicado pois você tem que mexer em tudo com a mão. Aí complica demais a nossa vida. Nesse caso indico o iRig Bluebord que é basicamente o iRig, só que como uma pedaleira mesmo, onde você pode mudar os efeitos no pé. Ele é mais caro, está em torno de R$700,00. Mas se você faz muitos shows nos bailes da vida, vale a pena o investimento. Até porque você pode ligar em linha e o som continua impecável.

Se você é mais de fazer gravações, trabalhos em estúdios e não curte muito a vida de tocar na noite o iRig 1, 2, HD ou UA já são mais do que o suficientes.
 
Lembre-se que não apenas um bom set de pedais, pedaleiras ou um dispositivo como iRig são suficientes para você dominar a temática sobre timbres do seu instrumento. Você também deve conhecer as características do modelo de sua guitarra, os materiais que a compõem e seus captadores.
Agora chega de papo. Nos vídeos abaixo você pode conferir a qualidade a qual estou me referindo e avaliar se vale a pena usar o iRig e amplitube como seu setup principal para ajudá-lo a conquistar seus objetivos na música.

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 

Deixe um comentário